Sonho da fluência: como aprender idiomas sem gastar muito

Sonho da fluência: como aprender idiomas sem gastar muito

Veja 6 maneiras fáceis e econômicas de estudar novas línguas.

Hoje em dia, a proficiência em idiomas abre muitas portas. Viagens, empregos, amizades e experiências são ainda mais enriquecedoras quando nos permitem cruzar culturas, entender perspectivas e descobrir universos de quem fala outras línguas.

O que antes era um “luxo”, hoje virou cotidiano. Aprender novos idiomas está cada vez mais fácil e atualmente tem sido possível fazê-lo sem nem sair de casa.

Separamos 6 maneiras de estudar e praticar novos idiomas:

1. Duolingo

Um aplicativo em destaque para aprender uma nova língua é o Duolingo. Com interface simples e dinâmica divertida, o app tem lições de diversos idiomas, que exercitam escrita, pronúncia – para falar e ouvir. De graça, o aplicativo reforça a importância da prática contínua e envia lembretes ao usuário todos os dias, em horários determinados por ele.

2. Babbel

Pago, mas com um custo benefício ótimo, o Babbel é um aplicativo que oferece lições em idiomas diversos, separadas por níveis de proficiência. Prático e completo, a ferramenta se faz um investimento que vale a pena para quem deseja começar a pegar firme nos estudos de uma nova língua, sem precisar gastar com uma escola.

3. Instagram (@mairovergara)

As redes sociais atualmente são um canal para diversos mercados e serviços. Com o aprendizado de idiomas, não seria diferente. Há diversos professores de idiomas espalhados pelas redes, que oferecem dicas e cursos – muitas vezes gratuitos. Um dos exemplos, no caso da língua inglesa, é o Mairo Vergara, que compartilha estratégias de aprendizado rápido e dinâmico no idioma.


4. Séries de TV

Que as séries de TV são febre hoje em dia não é novidade. Então, por que não aproveitar esses momentos para exercitar o cérebro e aprender novos idiomas? Tente assistir sem legendas, com áudio e legendas em uma terceira língua, e assim por diante. É uma ótima maneira de conhecer gírias, formas cotidianas de falar, etc.

5. Celular traduzido

Uma mudança bem simples que pode gerar resultados positivos é mudar o idioma dos gadgets que nos acompanham diariamente, como do celular, da voz do GPS e demais assistentes virtuais. Acostumar com as palavras em situações cotidianas aumenta o vocabulário e facilita no entendimento geral de línguas.

6. Leitura

Assim como na língua portuguesa, nada reforça tanto o conhecimento como a leitura. O contato com a gramática das palavras e o exercício de compreender o contexto de um conteúdo mais amplo são ótimas formas de praticar o estudo de idiomas.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *