Você não precisa largar tudo para começar a viajar

Você não precisa largar tudo para começar a viajar

Você não precisa largar tudo para começar a viajar

A regra de que o mundo das viagens, da liberdade e da autonomia está disponível apenas para aqueles que ‘largam tudo’ não passa de uma verdadeira ilusão.

Nós, e somente nós, somos donos das nossas escolhas e decisões, de onde quer que elas partam ou para aonde quer que nos levem.

Jogar tudo para o alto, às vezes, soa mais como uma boa forma de fugir dos problemas em vez de enfrentá-los.  

Viajar é sair da zona de conforto. É experimentar, conhecer e viver o novo. Mas não precisa ser visto como ‘o lado de lá’. É possível construir uma rotina equilibrada onde caibam os sonhos, os jobs, os planos… Que seja exatamente como você quer.

Não importa se é morando fora, tirando longas férias, conhecendo novos destinos aos fins de semana ou decidindo investir em uma casa de praia no litoral de São Paulo.  

Vivemos nos inspirando em histórias de pessoas que nem conhecemos e criamos objetivos de vida que permeiam entre dar a volta ao mundo, morar na praia e meditar todos os dias com os pés na areia.

Mas não sabemos, ao certo, se isso nos trará felicidade. Porque realização é algo pessoal, e pode significar desde jornadas reduzidas à 12 horas por dia trabalhando em frente ao computador, com frequentes escapadas à montanha quando sobra um tempinho.

Devemos aspirar e lutar por aquilo que faz parte de nossa essência e que faz sentirmos uma felicidade plena, independente do que for. Independente de onde for.

Largando tudo, abrindo um quiosque para vender açaí na Austrália, se dedicando a uma multinacional em Londres ou, ainda, permanecendo no Brasil, perto dos amigos e da família. Devemos aspirar por aquilo que se mais se aproxima do nosso propósito. E, aí sim, devemos soltar tudo que nos afaste dele.

Assim como tudo na vida, para viajar é necessário planejar, agir, poupar… Mas não se pressionar! Com calma, definimos nossos sonhos e planos, entendemos nossa essência e finalmente estamos prontos para qualquer renúncia ou consequência de correr atrás do que queremos.

E então chegamos aonde queremos estar – antes mesmo de comprar passagem para isso.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *